BahiaBelmonteBrasilCabráliaCamacanEunápolisGuaratingaInternacionalItabelaItabunaItagimirimItamarajuItapebiPorto SeguroTeixeira de Freitas
Por: Francele Alves
26/06/2016 - 15:31:01

 

1) Usar muita acetona

 

Ao passar uma camada de acetona já percebemos que ela deixa a unha com aspecto opaco e ressecado. O uso excessivo do produto causa enfraquecimento e perda de brilho nas unhas por afetar a queratina da última camada. Uma dica é usar removedores de esmaltes, que são menos nocivos às unhas.

 

2) Usar material do salão de beleza

 

Mesmo que você costume levar o próprio alicate, ou que as ferramentas de metal do salão sejam esterilizadas em autoclave, é importante prestar atenção na lixa e no palito: eles também acumulam bactérias e podem ser vias de transmissão de doenças, portanto, devem ser descartáveis. A dica é levar o seu próprio kit manicure na hora de fazer as unhas.

 

3) Lixar a unha em dois sentidos

 

Provavelmente você sempre lixou as unhas em movimento vai e vem, mas esse hábito deve ser evitado ao máximo por levantar as escamas das unhas, deixando-as finas, fracas e suscetíveis à quebra. Por isso, procure lixar as unhas em um único sentido.

 

4) Deixar de hidratar

 

Quando não estiver com esmalte, hidratar as unhas é uma ótima opção para mantê-las bonitas e saudáveis, além de evitar que a cutícula resseque e forme pontas – uma tentação para quem tem mania de puxar com os dentes.

 

5) Tirar a cutícula

 

Não. As cutículas não devem ser removidas, como grande parte das brasileiras costuma fazer. O ideal é que elas fiquem exatamente onde estão para proteger as unhas contra bactérias e fungos. Uma alternativa é empurrar suavemente a cutícula com uma espátula para retirar o excesso. Mas, se ainda assim você preferir removê-la, opte por uma remoção mais superficial, evitando assim retirar ‘bifes’ e machucar os dedos.

 

6) Lixar a parte de cima da unha

 

Ao lixar a parte superior da unha, uma camada de proteção é retirada, ocasionando quebras e deixando-a mais suscetível a problemas como micoses e bactérias. Uma sugestão é usar ocasionalmente as lixas de polimento, que são mais suaves.

 

7) Esquecer da base

 

Além de ajudar na fixação e na durabilidade, a base protege as porosidades da unha dos pigmentos do esmalte. Por isso, independente da cor, passe sempre uma camada de base antes de aplicar o esmalte.

 

8) Aplicar várias camadas de esmalte

 

Duas camadas são mais que suficientes, mesmo que o esmalte seja claro e custe a fixar. Ao passar muitas camadas o esmalte fica espesso e, além de demorar a secar, pode ficar com marcas e sai com mais facilidade.

 

Fonte: msn

Por Francele Alves - Imprensananet.com

Deixe seu comentário:

Copyright © 2014 Imprensananet - Todos os direitos reservados.
73 99913-8628 (vivo) / 98823-9662 (Oi) / 98155-2730 (Claro/WhatsApp) | contato@imprensananet.com