BahiaBelmonteBrasilCabráliaCamacanEunápolisGuaratingaInternacionalItabelaItabunaItagimirimItamarajuItapebiPorto SeguroTeixeira de Freitas
Por: Gutemberg Stolze
09/06/2021 - 08:33:31

 

 

Um casamento realizado no Distrito do Arraial d´Ajuda, Orla Sul de Porto Seguro, de forma CLANDESTINO, ou seja, sem qualquer liberação do Poder Público Municipal, ganhou grande Repercussão nas Redes Sociais. O evento realizado no “Céu de Petinga Espaço de Festa”, no Bairro Alto da Pitinga no último sábado 05/06, gerou revolta em moradores e turistas por causar aglomeração em plena PANDEMIA.

 



Após a notícia viralizar e chegar ao conhecimento da gestão municipal, agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente foi ao local averiguar as denúncias e adotar medidas administrativas. Na oportunidade, a proprietária do estabelecimento, a Srª Vera Cristina Carneiro foi notificada, a qual alegou que apenas aluga o espaço, entretanto, como proprietária, Vera é a responsável legal pelo que acontece no local com base na Lei 623/06, ela terá 24hs para apresentar esclarecimentos sobre a realização do evento sem autorização dos órgãos competentes.
 

 

“É inadmissível a realização que causem aglomeração, a prefeitura de Porto Seguro vem trabalhando diariamente para conter a disseminação da Covid-19 na Terra Mãe do Brasil. Temos a menor taxa de mortalidade do sul e extremo sul baiano, somos líderes de vacinação, este evento é uma afronta não só aos portosegurense, como também aos milhares de turistas que nos visitam, tenham certeza que iremos adotar medidas e punições administrativas por este CRIME”, destacou o secretário Jânio Júnior.

 

Dentre as irregularidades estão; 

 

A falta de Licença Ambiental

 

A falta de Licença da Vigilância Sanitária

 

Descumprimento dos Decretos, Municipal e Estadual, os quais proíbem a realização de eventos por conta da PANDEMIA.



O evento
 

O casamento de um casal de médicos mineiros, ambos, funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), provocou uma aglomeração de cerca de 350 pessoas em Arraial d'Ajuda, imagens divulgadas nas redes sociais mostraram que medidas contra a COVID-19, como o uso de máscaras e o distanciamento social, não estavam sendo cumpridos. Ana Luísa Drumond é pediatra e Marcel de Faria é ortopedista. Ambos trabalham no Hospital Odilon Behrens e excluíram os seus perfis das redes sociais após a repercussão do caso.

 

Veja Noticicação Abaixo

 





Por – Gutemberg Stolze / Imprensananet.com
 

Deixe seu comentário:

Copyright © 2014 Imprensananet - Todos os direitos reservados.
73 99913-8628 (vivo) / 98823-9662 (Oi) / 98155-2730 (Claro/WhatsApp) | contato@imprensananet.com